Previous Next

AEDM2: “INTERNACIONALIZAR PARA INCLUIR E INOVAR” - MOBILIDADE NA FINLÂNDIA

Entre 15 e 21 de maio, representando, respetivamente, os três ciclos do AEDMaria II, as professoras Maria de Jesus Pinto, Natália Paiva e Gualdina Silva estiveram em Helsínquia e Vantaa, no Curso Estruturado - Integrated Curriculum - Teaching Global Skills. Frequentaram o curso 23 professores de várias proveniências: Bulgária; Lituânia; Polónia; Portugal (Lisboa, Montijo e Vila Nova de Famalicão) e Roménia, o que possibilitou a troca de experiências profissionais e culturais.

            Andreea Gatman foi a formadora (“coach and trainer”) do curso, promovendo a visita a várias escolas de diferentes níveis de ensino, modelos do sistema de ensino Finlandês. Grande parte do curso decorreu em Vantaa, a 20 minutos de comboio de Helsínquia, no Varia Vocational College (escola profissional). Na mesma cidade, o grupo visitou uma escola do 1.º ciclo, com a particularidade de ter uma turma somente com alunos da Educação Inclusiva (Special Education), a escola sueca “Vantaa Swedish Language Immersion”, a Havukoski School, uma escola secundária, remodelada com sugestões da comunidade educativa e com o recinto exterior aberto aos residentes locais. Nesta formação realizaram-se atividades baseadas no modelo PBL - Phenomenon Based Learning.

            Salianta-se a visita ao Iris Building, onde se realizou a experiência multissensorial, “Coffee in the dark”. Em termos culturais, mas também educativos, o ponto forte decorreu na Oodi, a Biblioteca de Helsínquia, onde, além da visita a todos os espaços, o grupo procedeu à execução de vários objetos relacionados com o plano de aula integrado realizado numa sessão anterior. No último dia, houve oportunidade de visitar a ilha Valaasari e realizar a atividade Story Circles, em que cada participante, enquanto mantinha a chama acesa de um fósforo gigante, falava do que desejara ser no passado, do que é no presente e do que espera ser no futuro.

            Ao longo desta semana, foi um privilégio imergir nos diferentes níveis de ensino da Escola finlandesa, com uma abordagem à educação, que aumenta a participação dos alunos, as aprendizagens significativas e permite que todos se sintam bem-sucedidos na aprendizagem académica e socioemocional. Os princípios que orientam o desenvolvimento do sistema educacional da Finlândia enfatizam a Escola como uma comunidade de aprendizagem, onde os alunos estabelecem objetivos, resolvem problemas e avaliam a aprendizagem com base em metas estabelecidas.