https://sites.google.com/agrupamentodmariaii.pt/pce/inicio

Projeto Cultural de Escola - A INDÚSTRIA E OS SEUS IMPACTOS

Objetivo

Pretende-se alertar e promover o desenvolvimento sustentável do território, harmonizando progresso tecnológico e ambiental, recorrendo às diferentes formas de expressão, modos de criar e experienciar. Para tal, devemos socorrer-nos dos saberes ancestrais e atuais, em todas as suas vertentes, nomeadamente, científica, artística e tecnológica - Cultura, Artes e Património - tendo em vista o futuro de e para todos.

 

Metas

O ser humano necessita saber conjugar harmoniosamente desenvolvimento com sustentabilidade. Através da Cultura, das Artes e do Património pretende-se que os cidadãos conheçam, de entre todos, um dos mais importantes motores do progresso do território, a indústria, em todo o seu espectro: económico, social, cultural e ambiental, e ajustem comportamentos com a participação e desenvolvimento de atividades, dentro e fora da escola, com o intuito maior de promover e alicerçar formas sustentáveis de desenvolvimento.

 

Pretendemos dar primazia às dinâmicas criativas que englobem as disciplinas artísticas, em estreita relação com as restantes áreas do conhecimento, quer sejam áreas disciplinares, clubes ou projetos, respondendo e trabalhando em conjunto com a autarquia, as instituições e organizações sociais ou culturais.

 

A Escola deve estar na charneira da produção artística e com ela responder aos problemas, anseios e desejos da comunidade onde se insere.

  

Atividades gerais a desenvolver

- Dinamização de espetáculos, exposições e outras iniciativas culturais no espaço escolar e/ou no exterior, fortalecendo a relação escola-comunidade, envolvendo todos os seus intervenientes;

- Participação dos alunos, famílias ou comunidade educativa em espetáculos (concertos, peças teatrais, espetáculos, cinema, debates, exposições, etc.) enquanto espetadores, proporcionando-lhes o contacto com diferentes manifestações artísticas, em articulação com a autarquia, outras organizações ou equipamentos culturais;

- Promoção da fruição estética através de visitas guiadas e exploratórias em museus;

- Dinamização de visitas de estudo e/ou aulas fora de portas que permitam diversificar os contextos de aprendizagem e articular as saídas com os conteúdos curriculares de diferentes disciplinas, mostrando o carácter multi e transdisciplinar das artes e do património;

- Desenvolvimento de projetos artísticos mobilizando conteúdos da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento e de outras disciplinas.

 

MEDIDAS PROPOSTAS PELO PNA A CONTEMPLAR NO PCE

 

- Projeto Artista Residente (?)

- Cidadania Do It/Recursos Pedagógicos

- Desvio: Sair para Entrar

- Em Aberto (?)

  

Restantes Medidas

O agrupamento de Escolas D. Maria II quer alargar a sua ação para além do tema - A Indústria e os seus Impactos. Esse será o seu principal foco de trabalho, com produtos específicos delineados ao longo de quatro anos. Apesar deste desígnio, vamos continuar a dinamizar ou a colaborar na produção artística de outros projetos, por iniciativa própria e sempre que solicitados ou desafiados (em articulação) – desde que ligados à Arte, Cultura e Património.

 

Pretendemos dar primazia às dinâmicas criativas que englobem as disciplinas artísticas, em estreita relação com as restantes áreas do conhecimento, quer sejam áreas disciplinares, clubes ou projetos, respondendo e trabalhando em conjunto com a autarquia, as instituições e organizações sociais ou culturais.

 

A Escola deve estar na charneira da produção artística e com ela responder aos problemas, anseios e desejos da comunidade onde se insere. Assim, ao longo do ano colaborará na concretização de atividades artísticas, podendo culminar numa apresentação (sarau) no final de cada ano letivo, nomeadamente no Dia do Patrono.